Resposta: “O que eu faço se eu tiver R$ 1 mil para investir?”

Uma pergunta que eu recebo com frequência é: “o que eu faço se eu tiver X reais para investir agora?”. Como eu sei que as pessoas estão esperando uma resposta “bombástica e impressionante”, eu tento não jogar um balde de água fria nelas. A minha resposta segue com os seguintes questionamentos:

Você tem dívidas?

Não vale a pena a pessoa pensar em investir esse dinheiro se ela possuir algum tipo de dívida. E, nesse caso, estou falando de contas atrasadas, empréstimos e coisas do tipo. Ou seja, tudo aquilo que está sendo impactado por algum tipo de juro. Financiamento imobiliário e de carro não se enquadram nesse caso.

Por que eu faço esse questionamento? Porque as dívidas sempre crescem em uma velocidade maior que os investimentos. Não importa qual seja o produto financeira que você escolha, ele provavelmente vai perder para o investimento que você escolheu.

Aí vai um exemplo: você recebeu o seu 13º terceiro e não sabe o que fazer com ele. Muitos pensariam em gastar com supérfluos ou investir esse dinheiro para ele render. Porém, se você tiver uma dívida, eu indicaria que você se livrasse dela em primeiro lugar para poder pensar no próximo passo.

O raciocínio é simples: não adianta você adicionar mais água em uma bacia que está furada. Antes você precisa tampar esse vazamento.

Você já tem uma reserva financeira?

O meu segundo questionamento é se a pessoa já possui uma reserva financeira. Por quê? Porque nunca sabemos o que pode nos acontecer. Imagina só se você perde o emprego? Ou se o seu carro apresenta um problema grave que exige manutenção imediata? E se algum problema de saúde preocupante aparece do nada? É para essas situações que a reserva financeira seria útil.

Para formar sua reserva financeira, a minha recomendação é o Tesouro SELIC. Esse é um título público voltado para as pessoas que necessitam ter liquidez. Ou seja: se a pessoa precisar do dinheiro rapidamente, em um dia ela poderá tê-lo em sua conta.

Para investir no Tesouro SELIC, você vai precisar abrir uma conta na corretora. Espero poder ensinar a fazer isso em breve. Por enquanto, fica apenas a recomendação de que você precisa fazer isso – formar sua reserva financeira. Afinal, a gente nunca sabe quando um imprevisto está para acontecer.

Por fim: qual é o seu objetivo?

Depois de obter a resposta para esses dois questionamentos, chegou a hora de dar uma resposta direta? Infelizmente não. Da mesma forma que remédio, não existe um único investimento que resolve todos os problemas. Existe um produto financeiro para cada situação. É por isso que o meu questionamento seguinte é: qual é o seu objetivo?

A partir do momento que a pessoa tem em mente o seu objetivo, é possível traçar uma estratégia consistente de investimento. Se ela não tem, vai ser preciso parar um pouco e pensar sobre isso. Sem o objetivo, é muito difícil se manter consistente em sua estratégia.

…..

Esse foi um artigo rápido apenas para mostrar qual é a minha resposta para um questionamento como aquele que eu coloquei no título. Que por sinal é bastante comum e frequente. Isso serve para mostrar que, infelizmente, não há uma resposta pronta para tudo.

Que tal descobrir o verdadeiro Segredo Para Ficar Rico? O Tudo Sobre Investimentos revela para você!

Eduardo Harada

Meu nome é Eduardo Harada, criador e autor dos textos compartilhados pelo site Tudo Sobre Investimentos. Em determinada época da minha vida, frustrado com a situação econômica pela qual eu passava, decidi aprender e dominar tudo sobre os universos de finanças pessoais, dinheiro e investimentos para que eu pudesse entender o que fazer para contornar os meus problemas.

Website: http://tudosobreinvestimentos.com/